Ir para o conteúdo principal Ir para o rodapé

Instituto Federal de Sergipe

NOTÍCIAS

Alunos realizam atividades ambientais com crianças no Parque da Sementeira

Da pra reciclar foto1 800x600O Projeto “Dá pra reciclar”? levado ao Parque da Sementeira - Aracaju, no último domingo, foi idealizado em sala de aula pelos alunos do 3º período do curso superior de tecnologia em Saneamento Ambiental do Instituto Federal de Sergipe –campus Aracaju, como atividade de conclusão da disciplina Educação Ambiental, ministrada pela professora Kelma Vitorino.

O projeto teve como objetivo principal sensibilizar crianças e, por meio delas, os adultos, acerca da geração, descarte correto, reutilização, reciclagem e coleta seletiva dos resíduos sólidos domiciliares.

Durante o período da manhã, as crianças que passeavam no parque com a família, participaram de diversas oficinas, como desenho e pintura, produção de brinquedos com material reciclável, pipas, e separação de resíduos. Segundo os alunos, por meio das atividades lúdicas, eles realizaram um dos objetivos do projeto que foi alertar as crianças dos males causados pelo descarte incorreto dos resíduos sólidos e de como a comunidade deve proceder com referência ao descarte e reutilização dos materiais.

Da pra reciclar foto 2 800x600Ao falar sobre a relevância do projeto como atividade prática em saneamento ambiental, os alunos participantes destacaram o contato com a comunidade externa para ampliar o conhecimento do grupo sobre como a população tem se apropriado das práticas que envolvem essa problemática na sociedade e, ao mesmo tempo, esse tipo de projeto concorre para que os alunos do curso de Tecnologia em Saneamento Ambiental ampliem seu aprendizado nas práticas da profissão. Além disso, no projeto, o grupo enfatizou a importância da sensibilização para a instituição da cultura de conscientização desde a infância.

Dá pra reciclar?

A realização do projeto no Parque da Sementeira produziu avaliação positiva dos alunos que participaram da atividade, bem como da professora Kelma Vetorino, que coordenou a ação.

Para os alunos, as oficinas desenvolvidas os fizeram perceber carência da sociedade quanto às atividades como essas e, segundo o grupo, existe discrepância em relação ao processo de conscientização sobre o tema. Entretanto, ao coletarem relatos das crianças, verificaram que as mesmas são capazes de formar opinião sobre o assunto. O grupo destacou a socialização entre pais e filhos nas atividades promovidas pelas oficinas realizadas.

Da pra reciclar foto 8 800x600A professora Kelma Vitorino destacou que a realização das oficinas no parque resultou em “momento de aplicar na prática a teoria aprendida em sala de aula de aula que se transformou em um projeto, pois os alunos pretendem replicar a ação das oficinas com outras crianças, em comunidades carentes de informações e cuidados. Foi também gratificante observar o envolvimento dos pais nas oficinas realizadas”, destacou a professora. Ela enfatizou também que o projeto foi criado por iniciativa dos alunos, durante o decorrer da disciplina de Educação Ambiental.




Conheça os nossos cursos