Ir para o conteúdo principal Ir para o rodapé

Instituto Federal de Sergipe

NOTÍCIAS

Etapa da Olimpíada de Robótica será aberta amanhã no Campus Aracaju

Logomarca OBR fundo branco JPGCento e vinte alunos do ensino fundamental, médio e técnico de escolas públicas e particulares de Sergipe participam nessa quarta e quinta-feira, dias 24 e 25 de agosto, da fase estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR 2016), que acontecerá no Ginásio de Esportes do Instituto Federal de Sergipe – Campus Aracaju.

 

A competição será aberta na quarta-feira, às 8h. Durante dois dias, estudantes, orientados por professores, competirão por meio de provas que simulam um ambiente de desastre, onde o robô criado pelas equipes precisa resgatar vítimas, que são representadas por bolinhas de isopor.

Ao todo, 30 equipes participam do evento, sendo 14 da rede pública e 16 de escolas particulares. Cada equipe tem quatro alunos e um professor orientador. Duas equipes do IFS Campus Aracaju, compostas por alunos do Curso Integrado em Eletrônica, participam da competição.

Os grupos são selecionados com base no desempenho obtido nas rodadas da competição, onde a cada desafio finalizado, a equipe receberá uma pontuação preestabelecida nas regras. Ao final, duas equipes serão selecionadas para representar Sergipe na etapa nacional da OBR 2016.

A etapa estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica está sendo coordenada pela professora Nara Strappa Facchinetti Dória e o professor Edson Barbosa, da Coordenadoria de Eletrônica do Campus Aracaju, e conta com o apoio da Direção Geral e do Convênio IFS – Petrobrás.

Objetivo

A OBR é uma das olimpíadas científicas brasileiras apoiadas peloConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) que se utiliza da temática da robótica – tradicionalmente de grande aceitação junto aos jovens – para estimular os estudantes às carreiras científico-tecnológicas, identificar talentos e promover debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem brasileiro.

A OBR possui duas modalidades que procuram adequar-se tanto ao público que nunca viu robótica quanto ao público de escolas que já têm contato com a robótica educacional. É uma iniciativa pública, gratuita e sem fins lucrativos.

A robótica tende a se tornar uma das dez maiores áreas de pesquisa na próxima década. De acordo com os organizadores da competição, apesar de ser uma área em franca expansão no mundo, o Brasil tem se situado de forma marginal nessa área, arriscando-se a perder um imenso potencial para a geração de empregos, técnicas, tecnologias e produtos devido, principalmente, à falta de incentivo para a formação de recursos humanos na área.

Além de praticamente não produzir robôs em território nacional, o Brasil também não possui uma cultura que estimule uma maior utilização de tecnologias robóticas no parque tecnológico ou mesmo nas residências.

Na educação, a robótica é uma tecnologia emergente que tem se tornado elemento praticamente obrigatório nas escolas modernas devido à sua possibilidade de atuação em diversas dimensões.

*Com informações da OBR

 

Clique aqui para acessar a matéria em Libras.




Conheça os nossos cursos